Reconhecido pelos alunos como um excelente professor e amigo, o Doutor Leonardo Cury, docente do Curso de Tecnologia em Viticultura e Enologia do IFRS – Campus Bento Gonçalves, promoveu visita técnica com alunos do 3 e 5° períodos a vinícolas de Santa Catarina. Fato comum na didática dos professores do curso, estas incursões a parreirais e cantinas têm os objetivos de aproximar os alunos da prática da viticultura e enologia, reforçando o conhecimento teórico absorvido em salas e laboratórios, e estreitar relações com produtores e enólogos. Infelizmente não pude participar desta viagem, mas com prazer, apresento este momento vivenciado pelos meus colegas, repassado a mim pelo amigo, aluno e proprietário da vinícola Rocca, de Caxias do Sul, Kerri Formolo.


Confirmando a importância deste tipo de atividade para a formação acadêmica e pessoal dos alunos, Kerri nos relata não somente os momentos nas vinícolas, mas a experiência adquirida, que “resultará em novas ideias e conceitos para mim e para a minha cantina”.


Ainda não ciente da estrutura física e técnica das vinícolas e da qualidade dos vinhos catarinenses, ele se impressiona com o avanço alcançado pelos produtores de lá, passando a enxergar com novos olhos e paladares os vinhos e os lugares fantásticos que conheceu...” belíssimas construções que atraem o público e vinhos com qualidade padrão internacional, Santa Catarina atinje em um período de 15 a 20 anos uma marca alcançada pelas vinícolas gaúchas nos últimos 50 anos. Com um terroir prórpio, a Serra Catarinense produz vinhos com personalidade e tipicidade, encorpados, o que a tornará tão importante quanto a Serra Gaúcha nos próximos anos, competindo em qualidade e produção”, avalia Kerri.


Em relação às vinícolas conhecidas, um breve relato:


Villaggio Grando, originada a partir da parceria de um empresário brasileiro do ramo madeireiro  com um amigo francês, impressiona pela beleza e tamanho da estrutura, e qualidade dos produtos. Para confirmar a seriedade do trabalho, além das mudas trazidas da França, foi implantado um laboratório de pesquisa para estudar as castas que melhor se adaptam à região. As amostras são retiradas de uma área de 5 hectares que contêm mais de 100 variedades de vitis viniferas, com pesquisas diárias.


A Abreu Garcia, também de grande porte, é de propriedade do médico oftalmologista catarinense Ernani Luis Garcia. A região de Campo Belo, aonde se situa a vinícola, tornou-se famosa pelo descobrimento de vestígios de índios que habitaram a região há mais de 1000 anos. A produção vitivinícola começou com vinhos destinados ao consumo pessoal e de amigos, mas a qualidade dos produtos fez com que se decidisse ampliar a estrutura, tornando-se uma vinícola modelo. Na propriedade também se cria gado para corte de raças nobres.


A vinícola Kranzs pertence a um ex-gerente da Mercedez Bens da China que decidiu montar uma pequena cantina, com ótima tecnologia, diferencia-se sobretudo na produção de suco, em especial o de maçã, com prensagem a frio que resulta em um ótimo produto.


Por fim, Kerri nos conta da satisfação de encontrar enólogos responsáveis por estas vinícolas oriundos do Curso de Viticultura e Enologia do IFRS - Campus Bento Gonçalves, o que confirma o respeito e a valorização do mercado pelos técnicos formados pela Instituição. Em suas palavras, “é bom saber que estamos no caminho certo”.